Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

19 de Dezembro de 2016, 11h:05 - A | A

GERAL / ESTRADA DA ÁGUA FRIA

Relatório da Sinfra aponta desmatamento como causa de desmoronamento

A avaliação feita pelo CREA descarta falha na elaboração e execução do projeto de pavimentação. O desmatamento seria em área particular

DA REDAÇÃO



Relatório apresentado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), nesta segunda-feira (19), aponta que o rompimento de parte da rodovia MT-020, que liga Chapada dos Guimarães ao Distrito de Água Fria, foi causado por desmatamento em propriedade privada ao lado da via, que não suportou o volume de águas das chuvas.

Conforme o relatório, produzido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), a fragilidade do solo da região e a falta de grama na margem da estrada (que ainda estavam em fase de crescimento) contribuíram para o desmoronamento da pista.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O relatório descarta qualquer problema na execução do projeto da obra de pavimentação.

De acordo com a Sinfra, o projeto e a execução da obra seguiram todas as especificações e normas técnicas. 

O caso

No dia 21 de novembro, aproximadamente 600 metros, de um total de 23 quilômetros já pavimentados da rodovia MT-020 desmoronaram após as intensas chuvas. Parte dos 23 km da estrada, que ainda não foram pavimentadas, também sofreu interferências com as intensas chuvas. Os dois trechos, que somados totalizam 46 km, ainda não haviam sido recebidos pela equipe de engenharia da Sinfra. 

Contrato rescindido 

As chuvas também provocaram danos ao primeiro trecho da rodovia, também de 23 km, que ainda não foi pavimentado. Formaram-se diversos atoleiros. Diante da inércia da empresa Ensercon na execução da pavimentação do seu trecho de 23 km, a Sinfra decidiu que irá romper o contrato com a construtora.  

“O atraso no cronograma causou danos na ocasião das fortes chuvas. Isso porque, só havia apenas o serviço de terraplanagem executado em parte do trecho. Diante deste cenário, não restou outra alternativa senão a Sinfra decidir por fazer a rescisão do contrato com a empresa”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte.

Nova contratação

“Vamos fazer a contratação imediata de uma nova empresa classificada na licitação e cobrar prejuízos de responsabilidade da empresa executora Ensercon, que foi notificada quatro vezes pela atual administração”, completou o secretário. 

Assim que concluída, a pavimentação da rodovia MT-020 irá fomentar o turismo, a agricultura e piscicultura nesta região que possui os distritos de Água Fria, Pingador, Água Branca e João Carro.    

Os relatórios somam mais de 100 páginas serão encaminhados para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e para Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

 

 

Comente esta notícia

rocha 19/12/2016

e eu sou o bobo xera xera !!! Cambada de incompetentes ....

Nego Veio 19/12/2016

Mano a lei de licitações conforme unanimidade doutrinária é em consonância a teoria do risco administrativo! Sou Engenheiro Civil e Advogado e sei o que digo: Se a obra foi executada com todos os índices respeitados, ensaios de laboratoriais favoráveis como grau de compactação, umidade dentro da faixa da úmidade ótima, mesmo assim a empresa deve ser responsabilizada pelo fato de estar dentro da garantia! Como o poder aquisitivo das empresas é alto o povo acaba inventando desculpas ou bodes expiatórios para justificar um risco que é da própria empresa!

2 comentários

1 de 1