facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

18 de Dezembro de 2022, 18h:00 - A | A

GERAL / OPORTUNIDADE

Concurso público em MT tem 60 vagas com salários de até R$ 7,1 mil

Serão 20 vagas para cada cargo disponível, sendo eles: analista administrativo, analista previdenciário e advogado.

CHRISTINNY DOS SANTOS
DO REPÓRTER MT



O Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Lucas do Rio Verde (PREVILUCAS) está com as inscrições abertas, até o dia 15 de janeiro de 2023, para o concurso público de formação de cadastros reservas, com salários de até R$ 7,1 mil. Serão 60 vagas distribuídas entre três cargos de nível superior.

Serão 20 vagas para cada cargo disponível, sendo eles: analista administrativo, analista previdenciário e advogado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Para as vagas de analista o subsídio será de R$ 6,8 mil, a carga horária a ser cumprida deve ser de 40 horas semanais e é necessário ter o ensino superior completo. Os analistas administrativos devem ser formados em administração, ciências contábeis ou economia.

Já para quem se interessa pela área do direito, além do ensino superior completo, precisa ser registrado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT). Com salário de R$ 7,1 mil, a carga horária de trabalho semanal de ver ser de 20 horas.

As inscrições que tiveram início na quarta-feira (07), vão até o dia 15 de janeiro de 2023. A taxa de inscrição é R$ 100 e o boleto poderá ser pago até o dia 16 de janeiro, um dia após o prazo de encerramento para as inscrições.

A prova que contará com questões objetivas e produção de redação terá duração de quatro horas e será aplicada no dia 5 de fevereiro de 2023. A avaliação de títulos também será levada em conta.

As inscrições podem ser realizadas através do site do Instituto Selecon.

Comente esta notícia

José 18/12/2022

Prefeitura municipal as vezes, sai um salário que presta, pois a maiorias das prefeituras fazem exigências aí o cara faz passa não cumprem o edital das atividades querem o cara com experiência, formação mais não quer pagar o salário que preste, pois o custo de vida da cidade é alto e pagam um salário de fome e o plano de carreira é uma porcaria não nem citar um de uma prefeitura que conheço o cara trabalha mais não verificaram o impacto que ia dar, o funcionário tem 25 anos ele era pra aposentar na última classe e nível e não é isso que acontece, o plano é para valorizar o servidor esse servi para empatar a viva do servidor.

positivo
0
negativo
0

Cristina 18/12/2022

O grupo está lotado, pode enviar outro link??

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1