Cuiabá, 05 de Dezembro de 2022
logo

02 de Dezembro de 2016, 14h:22 - A | A

GERAL / NO COXIPÓ

Campanha realiza consultas de diagnóstico e prevenção do câncer de boca

O serviço faz parte de uma campanha anual que tem sua última edição, de 2016, realizada neste sábado (3), na Clinica Odontológica do Coxipó, em Cuiabá.

DA REDAÇÃO



A última etapa do Programa de Diagnóstico e Prevenção de Câncer de Boca de 2016, será realizada neste sábado (3), das 08 às 11 horas, na Clinica Odontológica do Coxipó.

Nas nove etapas realizadas este ano, pela Prefeitura de Cuiabá, foram atendidas 158 pessoas. Desse total foram detectados 41 lesões, quatro delas potencialmente malignas. Todos os casos foram encaminhados para investigação diagnóstica e tratamento.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Para que a população possa acessar mais facilmente o serviço, a campanha, que tem por objetivo a busca ativa das lesões suspeitas de câncer de boca, é realizada sempre aos sábados, nos Centros de Especialidades e Clínicas Odontológicas localizados nos bairros Pascoal Ramos, Jardim Vitória, Planalto, Verdão, Osmar Cabral, CPA 3, Tijucal, Jardim Leblon e Coxipó. Mas, durante todo o ano, nessas unidades, os profissionais realizam essa busca e tratamento.

“A campanha tem como principal objetivo fortalecer e dar visibilidade as ações de buscas às lesões suspeitas do câncer de boca. Além disso, é mais uma oportunidade para orientar a população sobre a necessidade de eliminar os fatores de risco e adotar medidas  preventivas", explicou a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde de Cuiabá, Cristhiane Almeida Leite.

A  estomatologista Diurianne França lamenta que a procura pelo serviço por parte da população  ainda seja  pequena  e lembra que esta é uma questão de saúde pública e de conscientização.

Segundo  o  Instituto Nacional de Câncer (INCA) a estimativa é de que em 2016 surjam no  Brasil, 15.490 novos casos sendo 11.140 em homens e 4.350 em mulheres. Esses números correspondem a um risco estimado de 11,27 casos novos a cada 100 mil homens e 4,21 a cada 100 mil mulheres.

Pelas estimativas do Inca, em Mato Grosso, serão 180 novos casos, 50 só em Cuiabá. Em relação ao sexo serão 140 novos casos em homens e 40 em mulheres considerando as taxas brutas de incidência por 100 mil habitantes.

“É um problema de saúde pública, pois a doença mata mais de 5 mil pessoas por ano (5.401, sendo 4.223 homens e 1.178 mulheres/2013)”, salientou Diurianne França.

Atendimentos

Em 2015, o Programa Permanente de Diagnóstico e Prevenção de Câncer de Boca realizou oito campanhas preventivas. Um total de 240 pessoas procuraram os serviços oferecidos pela Secretaria de Saúde, nas unidades odontológicas.

Desse total, 39 pessoas foram encaminhadas aos Centros de Especialidades Odontológicas para esclarecimento do diagnóstico das alterações e posterior tratamento, nos casos em que a doença foi constatada.

Doença

O câncer de boca é uma doença genética complexa e multifatorial, agressiva e mutilante. Os fatores ambientais entre eles, os relacionados ao estilo de vida como a utilização do tabaco, álcool, exposição solar sem proteção, o papiloma vírus (HPV) e uma dieta desequilibrada, são determinantes no aparecimento da doença.

Cada vez mais, jovens adultos de até 40 anos, têm apresentado tumores malignos em cabeça e pescoço. A média etária de pessoas com câncer nessas áreas tem caído e hoje atinge cerca de 30 a 40% de pessoas que não são tabagistas nem etilista.

 

Comente esta notícia