facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

31 de Outubro de 2022, 07h:15 - A | A

GERAL / VEJA VÍDEO

Caminhoneiros fecham rodovias em MT e pedem intervenção militar

O ato começou na noite de domingo (30), logo após a derrota do presidente Jair Bolsonaro no segundo turno das eleições.

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



Dezenas de caminhoneiros e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) trancaram, na noite de domingo (30), diversas rodovias no Estado de Mato Grosso após a derrota do gestor no segundo turno das eleições. O grupo pede intervenção militar no país.

As manifestações começaram por volta das 19h30, logo após a divulgação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu as eleições deste ano.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Em vídeos que estão sendo compartilhados nas redes sociais, é possível ver caminhões fechando estradas, pneus e madeira que foram incendiados e até carros sendo utilizados para impedir a passagem.

De acordo com a Rota do Oeste, somente na BR-163 existem seis pontos de bloqueios localizados nos municípios de Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Sinop.

Em Rondonópolis, a pista chegou a ser interditada, mas foi liberada já na madrugada desta segunda-feira (31).

Já na BR-364 existe apenas um, no km 395 em Cuiabá. A concessionária informou que neste ponto um veículo chegou a ser incendiado.

Outra rodovia bloqueada pelos manifestantes foi a BR-070, em Várzea Grande. Em alguns dos trechos, como o de Nova Mutum, está liberada a passagem apenas de ônibus e ambulâncias.

Em Cuiabá foi liberada a passagem de cargas vivas, ambulâncias, ônibus e cargas perecíveis. Já em Sorriso, Lucas do Rio Vede e Sinop, a passagem foi completamente bloqueada.

A reportagem apurou que ainda existem outras rodovias do estado que foram bloqueadas, como na entrada da cidade de Tangará da Serra. 

A informação é que os apoiadores do presidente não aceitaram a derrota dele nas urnas e estão pedindo uma intervenção militar no país. A princípio, o movimento deve durar 72 horas.

Veja Vídeo:

 

 

Comente esta notícia

nego d'ana 31/10/2022

SÓ SE FOR INTERVENÇÃO PARA CONTER OS ANIMOS DOS CAMINHONEIROS, POIS SÃO OS ÚNICOS QUE ESTÃO FAZENDO ARRUAÇA. RESPEITEM A MAIORIA QUE ELEGEU O PRESIDENTE LULA. DEMOCRACIA É ISSO UNS PERDEM E OUTROS GANHAM.

positivo
0
negativo
0

Rogério Campos Marconcini 31/10/2022

O presidente bolsonaro sempre falou em democracia mais oque os apoiadores e ele mesmo tão fazendo não é democracia e sim baderna

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1