Cuiabá, 02 de Dezembro de 2022
logo

15 de Novembro de 2016, 14h:48 - A | A

GERAL / POR CONCURSO E REAJUSTE

Agentes penitenciários ameaçam paralisar atividades

Uma assembleia geral a categoria irá debater sobre greve na próxima quinta-feira (17), em frente à Penitenciária Central.

DA REDAÇÃO



Por conta da necessidade de contratação de novos profissionais, por meio de concurso público, da aquisição de novos uniformes, equipamentos de proteção individual (EPI’s), equipamentos de segurança para as unidades penitenciárias, reajuste do adicional de insalubridade, entre outras reivindicações, os servidores do Sistema Penitenciário de Mato Grosso irão votar, na próxima quinta-feira (17), o indicativo de greve por tempo determinado ou indeterminado.

A assembleia geral da categoria está marcada para ocorrer às 14 horas de quinta, em frente à Penitenciária Central de Mato Grosso (PCE), o presídio no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá. Conforme informou o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (SINDSPEN-MT), João Batista essa será a “última cartada” para tentar dar um folego às necessidades do sistema penitenciário.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

"Dentro das unidades, é comum encontrar, além da superlotação e números insuficientes de servidores para atender as diversas atividades, falta de manutenção e reparo nas paredes que muitas vezes são depredadas por presos e permanecem com celas interligadas", disse o presidente do Sidspen.

Um dos principais pontos da assembleia é o projeto da jornada voluntária que foi encaminhada a Assembleia Legislativa (ALMT), no entanto, não contempla as necessidades dos servidores, tendo em vista que a jornada voluntária da Policia Militar é contada 0.75% em cima do salário deles enquanto a do sistema penitenciário no projeto conta apenas 0.50%, abaixo da categoria militar.

Outra questão a ser debatida será sobre o concurso publico, que após várias datas descumpridas pelo governo, ainda não teve o edital publicado e já está completando um ano de promessa.

“Estamos totalmente sem representatividade, sem um olhar consciente para o sistema penitenciário, para as mazelas no dia a dia. Ainda dentro das unidades, é comum encontrar, além da superlotação e números insuficientes de servidores para atender as diversas atividades, falta de manutenção e reparo nas paredes que muitas vezes são depredadas por presos e permanecem com celas interligadas por falta da aquisição de material de construção para reparar essa depreciação. Outro problema grave que vem ocorrendo é a falta de coletes balísticos, uma vez que o transporte de presos requer equipamentos, principalmente de proteção individual, como coletes, e não tem em quantidade suficiente para atender toda a demanda, fazendo com que vários servidores tenham que trabalhar armados e fazer escoltas sem a devida proteção, colocando em risco, a sua devida segurança”, disse Batista.

 

 

Comente esta notícia

Silvano sousa 17/11/2016

Que vergonha ver uma categoria tão grande tão forte mas totalmente desunida reflexo da ma gestão de um secretario que não valorizou seus servidores até quando isso vai continuar? Que pena ver isso o governo conseguir manipular como boi de piranha mas agora já era né aguenta Eu não vou já fui em muitas que perdi as contas mas já deu pra mim , nunca da nada

Claudio Renato 17/11/2016

Marcar assembleia na porta de unidade isso é de última e sinal de desespero tá vendo JB confia em quem você não devia agora aguenta quem era ou e seu companheiro está do seu lado quem sumiu você apreendeu né ou quer que eu soletre pra você acorda presidente vão te passar a rasteira está mais do que na cara até quando você fará que não sabe de nada o câncer está tomando corpo abra seus olhos

Monica alves 17/11/2016

Fora sindicato Giiiir Giiiiirrr Giiiiir Giiiir Fora sindicato agora é GIR Aí GIBA agora é nossa vez GIBA PARA PRESIDENTE GIBA GIBA GIBA GIBA GIBA E GIBA NELEEEEEEE

Luiz antonio silva 17/11/2016

Vo nada nunca da em nada essas assembleias já vão com tudo amarrado to fora Segura sindicato o GIR VEM AÍ

Mariana silva 16/11/2016

Outra vez vão nos engambelar e o sindicato vai falar amem como falou aceitando a volta dos superintendentes que já fizeram cagadas no passado né senhor JB e Ainda por cima todos sabem da manipulação dele em cima do Lopes não é mesmo ? E as cantinas ? E a dinheirama das cantinas pra onde foi pra onde vai ??? O gato comeu e ninguém viu o gato sumiu o seu paradeiro está campo novo do Parecis Mas ninguém viu ou fingiu que ninguém viu

Carlos Roberto 16/11/2016

Movimento medíocre todos já sabemos o resultado enquanto secretario dorme superintende ex gordo manda no adjunto Porque será ? Será que neste ângu tem caroço?

Fraquinhos Demais 16/11/2016

ão conseguem se unir como categoria e ficam pensando em bater de frente com o Estado. Quando a Polícia Civil conseguiu grandes vantagens a primeira coisa que fez foi unir TODOS os servidores. Não ficou escrivão (administrativos) para lá e Agentes civis para cá. Eles descobriram que quanto mais servidores juntos melhor, mais força para a categoria. Agora em quanto a briga for de EGO, de quem tem o 🐤 maior... vai todo mundo morrer na praia. Almejam nível superior mas lutam como se fossem do mobral. Podem até conseguir alguma coisa...mas enquanto não pensarem como Unidade : agentes+adm+técnicos vai demoraaarrr.

Movimentinho furreca 16/11/2016

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Dodo de vg 16/11/2016

Gente vamos aproveitar este espaço importante deste site que não se vende ao governo para tratarmos de assuntos referentes a pauta da nossa mobilização que o motivo principal é não ficar aqui discutindo sexo dos anjos tenhamos respeito uns com outros que forma grotesca de usar um espaço democrático e de graça para expormos nossos pensamentos mas de forma respeitosa acho que nem preso se trata assim na unidade , triste ver esse debate infrutíferos de vcs que pena e Todos já tem nível superior porém parecem nunca ter entrado em uma escola para tal comportamento. Decepção...

Juca lima 16/11/2016

Nos domos a maior força do estado pode parar tudo menos nos viram o resultado na última greve ? Então nós temos a faca e o queijo na mão mas precisamos saber cortar ou tudo ou nada estão nos fazendo de idiotas até quando meus colegas até quando ? Vamos nos unir alguém crie aí um grupo bem grande de WhatsApp para comunicação rápida sem ficar discutindo fofocas moagens somente informes para nos manter unidos sem denegrir a imagem de ninguém um grupo que possa demostrar o respeito que temos pela diversidade de pensamentos agora se as pessoas acham que não é possível fazer nem isso temos que voltar ao tempo dos CACELELOS mesmo

26 comentários

1 de 3
Última