Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

23 de Novembro de 2014, 19h:04 - A | A

ESPORTE / VEJA FOTOS/VÍDEO

Tricolor vence Santos na Arena com direito a chapéu de Pato em Robinho

Mais de 90% dos torcedores na Arena Pantanal eram de são-paulinos; time venceu por 1 x 0, com gol de Boschilia

ABDALLA ZAROUR
ARENA PANTANAL



Sem seus principais titulares que estavam no banco, o São Paulo venceu o time do Santos por 1 a 0 na Arena Pantanal, na tarde deste domingo (23).

Apenas Luis Fabiano jogou a segunda etapa. Ganso e Kaká foram poupados para o jogo da próxima quarta-feira (26), quando o time paulista enfrenta o Atlético Nacional da Colômbia pela segunda partida da semifinal da Sul Americana. O jogo será no estádio do Morumbi.

O gol do tricolor paulista contra o Peixe foi marcado aos 9 minutos do segundo tempo por Boschilia. O garoto de 18 anos aproveitou uma jogada confusa no ataque tricolor e chutou cruzado para vencer o goleiro Aranha.

1º TEMPO

Mesmo sendo mandante do jogo, o Santos foi muito menor na arquibancada. Pelo menos, 90% dos 34 mil torcedores eram são-paulinos. Com isso, o tricolor paulista parecia jogar no Morumbi, praticamente em casa.

Mas o pior adversário da tarde para jogadores e torcida foi o grande calor que fez na Arena. Na primeira e segunda etapas o árbitro Flávio Rodrigues Guerra deu parada de tempo para que os jogadores pudessem beber água e refrescar um pouco.

O primeiro tempo apesar de ter sido muito movimentado exigiu pouco dos dois arqueiros. O jogo ficou truncado no meio campo. Aos 18 minutos, o meio Souza do Santos jogou por cima uma bela bola para Gabriel, que tentou bater de voleio, mas Ceni saiu bem e evitou o gol.

A primeira etapa também foi marcada pelo chapéuzinho dado por Alexandre Pato em Robinho. Veja o vídeo abaixo:

Aos 38 minutos num ataque pela direita a defesa santista afastou mal, e Ademilson de fora da área chutou forte para defesa de Aranha. No rebote, Osvaldo ainda tentou marcar, mas foi travado pela defesa do Peixe.

Abdalla Zarour

DSC00281 - Copia.JPG

Torcida tricolor foi maioria na tarde deste domingo (23) na Arena Pantanal 

2º TEMPO

Sentindo o calor cuiabano, os dois times diminuíram a velocidade no segundo tempo. Pelo menos, até o momento de Boschilia abrir o placar. Com o gol, o estádio veio abaixo com os gritos da torcida tricolor.

Após o gol, o Santos resolveu ser mais ofensivo, mas em todas as jogadas de ataque a bola parava no interminável Rogério Ceni. O goleiro do São Paulo, que provavelmente fez sua última partida jogando em Mato Grosso, foi aclamado pelos torcedores.

O São Paulo ainda fez algumas jogadas perigosas, que por pouco não aumentaram a vantagem.

Resultado final ficou mesmo 1 x 0 para o São Paulo.

Abdalla Zarour

SAM_2043.JPG

Goleiro do São Paulo, Rogério Ceni, sofreu com o forte calor cuiabano

CRUZEIRO CAMPEÃO

Mas era também um outro jogo, na tarde de hoje, em Minas Gerais, que interessava o tricolor paulista. O São Paulo torcia para um tropeço do time mineiro para que ainda pudesse lutar pelo título da Série A. Mas não aconteceu. O Cruzeiro venceu o Goiás por 2 1, e com o resultado não pode mais ser alcançado pelo tricolor. Para o São Paulo, fica o consolo de ficar classificado para a Libertadores de 2015.

Público da Arena Pantanal: 34 mil torcedores. 

Renda: R$ 2.4 milhões.

Abdalla Zarour

SAM_2087.JPG

Robinho bem que tentou, mas sofreu forte marcação do meio campo tricolor

Este pode ter sido o último jogo da Arena Pantanal em 2014. No início de fevereiro de 2015, começa o campeonato Mato-grossense com rodada dupla entre Cuiabá x Dom Bosco e Mixto e Operário/VG

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Alexandre 24/11/2014

Gostaria de ver a imprensa local falar da falta de respeito e desorganização do evento, com 30% dos portões de entrada abertos, empurra empurra, abertura dos portões muito tarde, não verificação dos ingressos na entrada, superlotação da arquibancada Leste Inferior, e muito mais coisa. Estão "matando" qualquer chance do MT ter sucesso com essa arena, descaso e falta de preparo total, uma vergonha, da forma que foi não se deve trazer mais eventos para Cuiabá, pois pelo jeito não temos gente competente para organizar.

Alberto 24/11/2014

SE A ARENA É PARA 42.000 TORCEDORES, ONDE ESTAVAM OS LUGARES PARA 8.000 TORCEDORES?. É BRINCADEIRA A FALTA DE TRANSPARÊNCIA DESSA TAL DE FEITO PROMOÇÕES, SEM FALAR NA DESORGANIZAÇÃO DO EVENTO. PESSOAS SEM LUGAR EM DETERMINADA ÁREA, ASSISTIRAM O JOGO DE PÉ. OS PORTÕES DO ESTÁDIO SÓ FORAM ABERTOS QUASE ÀS 15.00 HS , GERANDO TUMULTO. NÃO TINHA CATRACA, OS INGRESSOS CONTADOS A MÃO.

2 comentários

1 de 1